engenharia_ambiental_São_Paulo

“Controle de erosão em taludes de corte no prolongamento do Anel Viário Magalhães”

Descrição

A construtora Odebrecht foi a responsável pelo prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083), na cidade de Campinas. Nesta obra foram gerados taludes de corte e aterro desprotegidos, além de grandes áreas planas sem cobertura vegetal. Nessa situação os taludes ficam muito suscetíves a sofrer processos erosivos e necessitavam ser revegetados de maneira rápida e eficiente, pois estava prestes a começar o período chuvoso na região, e nessa época os riscos de ocorrer erosões aumentam.

Objetivo

Seguindo as diretrizes do projeto, foram utilizados 3 tratamentos distintos. A solução aplicada na maior parte dos taludes foi a Hidrossemeadura ALLGREEN posteriormente ao coveamento da superfície. Essa solução é aplicável na maioria das situações típicas de recuperação da cobertura vegetal de taludes e encostas. Também foi utilizada a solução HIOMAT, que consiste em uma hidrossemeadura com Easy Mulch e aplicação de biomantas PROMAT STD 300, para taludes mais inclinados e solo mais compactado. Essa combinação protege melhor as sementes perante os fluxos de água. Para as áreas planas e canteiro central foi realizada instalação de grama em placa.

Projeto
Ano: 2015
Localização: Campinas
Cliente: Odebrecht
Superfície: 151.000 m²
Duração: 3 meses
Galeria